sexta-feira, 1 de abril de 2016

E DEPOIS DA PACIFICAÇÃO ?




Neste momento de inquietação política maior, em que os famigerados interesses políticos egoístas deste triste país, para completar a vergonha nacional, no Rio de Janeiro, atuam na contramão da tal “pacificação“, a fazendo escorrer  para o ralo como água podre, colocando em risco a vida de milhares de moradores de favelas e bairros populares, que normalmente, por anos a fio são criminalizados, sofrendo as piores mazelas psicológicas, privadas que já são de liberdade de expressão mais direta, porque estão submetidos à indignação no meio do fogo cruzado entre a “lei” e os “fora da lei”.

Em 2011, no advento da tal “pacificação“, o falecido líder comunitário e membro do Instituto Biófilo Multiversal, José Rodrigues, inspirado pelas possibilidades que essa ideia esboçava, vislumbrando dias melhores para as favelas, chegou a desenhar planos condizentes com  autodesenvolvimento local, sonhando com um Brasil melhor.  Seria tudo utopia? Pois bem, neste vídeo, produzido em 2011, logo no início da ideia que se divulgava sobre a tal "pacificação" nas comunidades de favelas do Rio de Janeiro, ouça as palavras desse homem que durante toda a sua curta vida na Terra lutou pela melhoria da sua comunidade. Infelizmente, no decorrer desses anos a situação somente recrudesceu, e, meu irmão José , já vai completando três anos que levou para o além a utopia de ver as comunidades felizes. Saudações biófilas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário